Rua Dom Wilsom Laus Schmidt, 277, Córrego Grande, Florianópolis/SC, Brasil

Corpus Christi na visão espírita

Muitas pessoas nos perguntam sobre o significado para a Doutrina Espírita da comemoração e do feriado de Corpus Christi. E de forma sintética vamos analisar a questão a partir de uma reflexão sobre a origem dessa comemoração.

Para começar, vamos analisar a origem da expressão que deriva do latim Corpus significa “o corpo” e na segunda declinação latina no nominativo. Assim, “corpi” seria o genitivo que significaria “do corpo”.

Da mesma forma, Christus significaria “Cristo” e Christi e genitivo e se traduz por “do Cristo”. Corpus Christi, portanto, significa “O corpo do Cristo”.

Na crença católica, a hóstia consagrada, ou seja, abençoada pelo padre, passa a ser “o corpo do Cristo”, no denominado milagre da eucaristia.

Esta comemoração foi institucionalizada pela Igreja Católica Apostólica Romana no século XIII pelo Papa Urbano IV.

Com todo o respeito em relação às crenças tidas como referências pela Igreja Católica e seus seguidores, devemos refletir que essa comemoração é uma criação da sua instituição, nada tendo a ver com os ensinamentos de Jesus 1.300 anos antes.

De qualquer forma, tudo que alguém faz com amor, mobiliza energias superiores. Mesmo sem lógica, sem sentido real.

Cabe, no entanto a indagação: é procedente em um país que é, em termos de constituição, laico, declarar um feriado nacional em função de uma crença restringida exclusivamente a uma única religião?.  Justifica-se parar um país inteiro em nome a essa celebração?

De qualquer maneira, aproveitemos para nos ligar com as energias superiores. Bom feriado!

Ricardo Di Bernardi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *